Escola Judiciária Eleitoral

A Escola Judiciária Eleitoral do Rio de Janeiro (EJE-RJ), subordinada à Presidência do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro(TRE-RJ), tem por finalidade a formação, a atualização e a especialização continuada ou eventual de magistrados da Justiça Eleitoral, membros do Ministério Público Eleitoral, servidores do TRE/RJ e demais operadores do Direito Eleitoral, bem como promoção de programas com  caráter social que promovam a educação eleitoral e a participação cidadã, além do fomento a produção científica em matéria eleitoral.

Resolução nº 895/14 (Compilada com as Resoluções TRE/RJ nos 924/15 , 927/15, 962/16, 970/16, 977/17,992/17, 1006/18, 1009/18, 1014/18, 1058/18, 1059/18, 1060/18, 1061/18, 1072/18,1073/18, 1075/18, 1080/18, 1125/2020 e com a deliberação do TRE/RJ em SessãoOrdinária de 28/06/17.)

Composição

Diretora

Desembargadora Eleitoral Daniela Bandeira de Freitas

Vice-Diretor

Desembargador Eleitoral Bruno Vinícius da Ros Bodart da Costa

Gabinete

Rita de Cássia de Carvalho e Silva Marques de Abreu - Assessora I

Aline Correia Fernandes - Oficial de Gabinete

Maurício da Silva Duarte - Assistente III

Juliana Henning Rodrigues

Iara Borges Carneiro

Contato


E-mail:
eje@tre-rj.jus.br


Telefones: (21) 3436-8217 | 3436-8218 | 3426-8220 | 3436-8228 - de seg à sex, das 11h às 17h

Localização

Avenida Presidente Wilson nº 198, 2 º andar - Castelo - Rio de Janeiro - CEP: 20.030-021

Visitas ao TRE

Projeto voltado para jovens universtários e estudantes de Ensino Médio, no qual será possível agendar visitas à sede do Tribunal. Durante a visita à sede do TRE-RJ, os estudantes poderão conhecer o acervo do Espaço de Memória Eleitoral Desembargador José Joaquim da Fonseca Passos, que possui documentos desde o século XIII.

Os estudantes poderão participar de um bate-papo com um magistrado ou servidor sobre eleições e combate à desinformação, acompanhar uma sessão de julgamento no Plenário do TRE-RJ e simular uma eleição utilizando urnas eletrônicas. Os jovens que ainda não possuem título de eleitor também poderão aproveitar para realizar a emissão do documento.

O objetivo é contribuir para uma leitura positiva do exercício da cidadania e participação política, aproximando os jovens do funcionamento da Justiça Eleitoral e da democracia.

Escolas e cursos universitários interessados em participar da programação devem encaminhar um e-mail para divulgaejerj@gmail.com, para solicitação e agendamento. Cada instituição poderá agendar uma visita por mês.

Programa Eleitor do Futuro

Ação socioeducativa que promove palestras abordando temas pertinentes à Justiça Eleitoral, aproximando a Justiça Eleitoral dos jovens e futuros eleitores e eleitoras.

Além de contribuir para uma leitura positiva do exercício da política, identificando-a com a democracia e o Estado de Direito, o Programa Eleitor do Futuro tira dúvidas dos jovens eleitores, desde como adquirir seu titulo de eleitor, declaração de quitação eleitoral, uso e segurança da urna eletrônica, biometria, etc.

É de incalculável necessidade hoje contribuir para o incremento do comprometimento da Justiça Eleitoral do Rio de Janeiro com trabalhos de responsabilidade social, algo que esta ação socioeducativa faz há cerca de 18 anos desde que foi criada e fomentada pelo TSE.  

TRE Vai à Escola

Com o foco na participação política do jovem, sempre alvo de imagens pré-concebidas no meio familiar e social, o projeto tenta esclarecer a esse público, cuja experiência de vida ainda é restrita, que é possível, sim, realizar mudanças nos rumos da nossa nação através da participação política, a fim de que, efetivamente, essprópria juventude entenda, compreenda e vivencie a plenitude do Estado Democrático de Direito.

O projeto consiste na promoção do exercício livre e consciente da cidadania por intermédio da realização de palestras, p
or parte de Juízes Eleitorais do Estado do Rio de Janeiro, que tratam de temas como: atribuições da Justiça Eleitoral; significado e conseqüências do voto; exercício da cidadania, democracia e temas conexos. O magistrado pode fazer uso dos recursos didáticos disponíveis para as palestras, como datashow, além de urnas eletrônicas de treinamento instaladas no local pelo TRE-RJ, para simulação do manuseio por parte dos eleitores.

A realização do projeto ocorre, prioritariamente, em escolas de nível médio e instituições de ensino superior, podendo ser expandido 
esse rol em virtude de demandas posteriores que se apresentem. São oficiadas, pela Escola Judiciária Eleitoral, inúmeras instituições de ensino e universidades, públicas e particulares, nos quais é apresentado o projeto e solicitado oportunidade para que o Tribunal Regional Eleitoral possa atuar junto aos estudantes.