Aproveitamento Integral dos Alimentos

DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS – um problema Mundial 

Cerca de 1,3 bilhão de toneladas de comida produzida mundialmente são perdidas ou desperdiçadas, segundo estudo produzido pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) apresentado em junho de 2013. 
O impacto do desperdício de comida, segundo o estudo, não é apenas financeiro. “Ao se tratar do meio ambiente, o desperdício de alimentos significa também o uso em vão de produtos químicos, como fertilizantes e pesticidas, bem como mais combustível usado para o transporte. Além disso, mais alimentos estragados resultam em maior quantidade de lixo e emissão de metano — um dos gases de efeito estufa que mais contribuem para a mudança do clima”.

BRASIL

Apesar da falta de números precisos, a experiência de quem trabalha com o outro lado do processo permite uma avaliação dos hábitos brasileiros. O vice-presidente da Associação Brasileira de Limpeza Pública (ABLP), João Gianesi, há 33 anos no mercado de resíduos urbanos, diz que existe uma presença alta de restos da preparação de alimentos e de perdas de alimentos já preparados na composição da parcela orgânica do lixo do país, embora não existam estudos que apontem com exatidão essas quantidades.“A cultura brasileira não é dimensionada no efetivo consumo”, comenta, sugerindo que, no Brasil, compra-se mais do que se consome de fato. 
Fontes: Agência Brasil e Terra Notícias 

APROVEITAMENTO INTEGRAL DOS ALIMENTOS 

A promoção da alimentação integral começa diante das dificuldades econômicas pelas quais passa o país. As perdas não ocorrem somente em plantações, transporte e armazenamento inadequado, mas também no preparo incorreto dos alimentos.
Torna-se cada vez mais difícil adquirir alimentos adequados ao consumo do dia-a-dia, razão pela qual alimentação equilibrada é atualmente uma das maiores preocupações do nosso cotidiano. Dessa forma, devemos aproveitar tudo que o alimento pode nos oferecer como fonte de nutrientes. A alimentação integral possui como princípio básico a diversidade de alimentos e a complementação de refeições, com o objetivo de reduzir custo, proporcionar preparo rápido e oferecer paladar regionalizado.
Os principais alimentos ou produtos utilizados para complementar a dieta convencional são: pós (casca de ovo, semente de abóbora); farelos (trigo, arroz, milho); farinhas torradas, raizes e tubérculos. Só com a conscientização, através da Educação Nutricional, é que se pode reverter o quadro alimentar atual do Brasil. 
Alimentar-se bem é alimentar-se com consciência. 

CARACTERÍSCAS BÁSICAS DA ALIMENTAÇÃO INTEGRAL

  • Alto valor nutritivo;
  • Baixo custo;
  • Paladar regionalizado;
  • Preparo rápido

COMO EVITAR O DESPERDÍCIO 

COMPRAR BEM: preferir legumes, hortaliças e frutas da época. 

CONSERVAR BEM: armazenar em locais limpos e em temperaturas adequadas a cada tipo de alimento. 

PREPARAR BEM: lavar bem os alimentos, não retirar cascas grossas e preparar apenas a quantidade necessária para a refeição de sua família. 

Dicas para aproveitar sobras e aparas, desde que mantidas em condições seguras até o preparo: 

  • Carne assada: croquete, omelete, tortas, recheios etc.;
  • Carne moída: croquete, recheio de panqueca e bolo salgado;
  • Arroz: bolinho, arroz de forno, risotos;
  • Macarrão: salada ou misturado com ovos batidos;
  • Hortaliças: farofa, panquecas, sopas, purês;
  • Peixes e frango: suflê, risoto, bolo salgado;
  • Aparas de carne: molhos, sopas, croquetes e recheios;
  • Feijão: tutu, feijão tropeiro, virado e bolinhos;
  • Pão: pudim, torradas, farinha de rosca, rabanada;
  • Frutas maduras: doces, bolo, sucos, vitaminas, geléia;
  • Leite talhado: doce de leite.


ALIMENTOS QUE PODEM SER APROVEITADOS INTEGRALMENTE:

  • Folhas de: cenoura, beterraba, batata doce, nabo, couve-flor, abóbora, mostarda, hortelã e rabanete;
  • Cascas de: batata, cenoura, banana, tangerina, laranja, mamão, pepino, maçã, abacaxi, berinjela, beterraba, melão, maracujá, goiaba, manga, abóbora; abobrinha, berinjela, chuchu, limão.
  • Talos de: couve-flor, brócolis, agrião, espinafre, salsão, beterraba;
  • Entrecascas de melancia, maracujá;
  • Sementes de: abóbora, melão, jaca e mamão;
  • Nata;
  • Pão amanhecido;
  • Pés e pescoço de galinha;
  • Tutano de boi.


Fontes: Série MESA BRASIL SESC - Segurança Alimentar e Nutricional Programa Mais Energia – Minasgás - um projeto de Educação Alimentar.

APRENDENDO A HIGIENIZAR , CONSERVAR E PREPARAR OS ALIMENTOS 

Aprendendo a higienizar

  • Lavar bem os alimentos em água corrente (SEM CORTE).
  • Utilizar uma escovinha (só para uso na cozinha) para limpeza das cascas dos legumes.
  • Colocar esses alimentos em uma vasilha plástica (NÃO pode ser alumínio) com água e solução clorada por 15 minutos de maneira que os alimentos fiquem totalmente submersos. Após este tempo enxaguar e então, prepará-los.


Aprendendo a conservar e preparar

  • Guardar as hortaliças inteiras em sacos plásticos na parte baixa da geladeira.
  • Conservar as frutas já maduras na geladeira e as verdosas fora da geladeira até amadurecer.
  • Dê preferência em cozinhar os alimentos com casca e inteiros ou cortados em pedaços grandes.
  • Aproveite a água do cozimento para preparar arroz, macarrão, sopa, feijão.
  • Cozinhe os alimentos apenas o tempo necessário para que fiquem macios e não percam seus nutrientes.
  • • Ingerir, sempre que possível, as frutas com casca ou utilizá-las em geléias, refrescos e doces.

Fontes: Série MESA BRASIL SESC - Segurança Alimentar e Nutricional Programa Mais Energia –Minasgás - um projeto de Educação Alimentar.

 

Receitas

  1. Bolo de fubá com erva doce ( sem ovo )
  2. Bolo de Laranja com casca - Vegetariano
  3. Bolo de Maça com casca ( sem ovo e sem leite)
  4. Bolinho de casca de batata
  5. Bolinho de talos, folhas ou cascas
  6. Bolo de maçã com casca, canela e mate
  7. Bolinho de casca de banana
  8. Pão com legumes
  9. Bolinho de arroz
  10. Bolo de laranja com casca
  11. Creme de folha de couve-flor

Funções e fontes das principais vitaminas e minerais: 

Nutrientes Funções Principais Fonte Alimentar
Vitamina A Auxilia no cerscimento, na integridade da pele e da visão Cenoura, mamão, abóbora, manga, folhas verdes escuras (todas), pupunha, tucumã, pequi, buriti, batata-doce, carambola, pimentão, manteiga, margarina enriquecida, pitanga, figo, leite integral e gema de ovo.
Vitamina D Essencial para formação dos ossos e dos dentes Leite, manteiga, ovos, fígado e margarina.
Vitamina E Auxilia no metabolismo das gorduras e no aproveitamento da vitamina A Óleos vegetais, sementes, germe de trigo, cereais integrais e ovos.
Vitamina C Aumenta a resistência do corpo, protege as gengivas e melhora a absorção de ferro Laranja, tangerina, caju, acerola, goiaba, araçá, abiu, agrião, brócolis, carambola,maracujá, morango, mostarda(folha), siriguela, tomate, couve-flor, buriti e limão.
Vitamina B1 Auxilia no metabolismo energético e na musculatura. Cereais integrais, ovos carnes, nozes, fígado e tomate.
Vitamina B2 Auxilia no metabolismo energético e na manutenção da pele. Cereais integrais.
Vitamina B6 Auxilia no metabolismo das proteínas. Banana, cenoura, ervilha, fígado, germe de trigo, salmão e carnes.
Ácido Pantotênico Estimula a reposição dos tecidos corporais. Ovos, cereais integrais , soja, carnes e fígado.
Vitamina B12 Importante para integridade das celulas Fígado, rins, carnes, peixe, leite, ovos e frutos do mar.
Ácido Fólico Fundamental para divisão das células vermelhas do sangue. Carnes, víceras, leguminosas e frutas.
Niacina Importante para levar oxigênio para as células. Fígado, carnes magras, peixes, germe de trigo, leite, ovos e vegetais.
Cálcio Importante para manutenção e para o crescimento dos ossos. Leite, queijos, iogurte, sorvetes, brócolis, feijão, peixes e nozes.
Potássio Regula os batimentos cardíacos e as contrações musculares. Tomate, banana, laranja, nozes, sardinha, espinafres e cereais integrais.
Ferro Importante na formação das células vermelhas, prevenindo a anemia. Fígado, carnes (vermelhas e brancas), carne de sol, feijão, lentilhas, grão de bico, mariscos, soja, víceras, folhas verdes-escuras, beterraba, gema de ovo, jenipapo, açaí, mangaba, algas marinhas, ameixa preta seca, araça, azedinha(folha) e buriti.
Manganês Combate a fadiga e melhora os reflexos musculares. Nozes, verduras, gema de ovo e cereais integrais.
Magnésio Importante para o funcionamento dos nervos e dos músculos. Nozes, frutas, leite, cereais e legumes
Zinco Atua na síntese de proteínas , auxiliando no crescimento Frutos do mar, carnes vermelhas, peixes, ovos , cereais e feijão.